Share Button

Assim que eu comecei a gostar de cozinhar tive alguns canais de TV prediletos. Era de lá que eu tirava as ideias das mais variadas pra próxima aventura na cozinha. Já contei pra vocês que eu assistia muito o “Note e Anote” com a Ana Maria Braga, mas quando eu ia pra casa da minha avó, a TV pouco saia do Shoptime. Assistia a todas as edições do “UD Gourmet” e do “TVUD”.

Em cena na peça "Risotto"

Era lá no “UD Gourmet” que eu encontrava uma cozinha de verdade com vários pratos sendo preparados ao mesmo tempo, sem essa de começar a preparar uma receita e de repente estar pronta na mesa. Tinha dos acidentes culinários até a alegria apressada do chef Rodolfo Bottino ansioso pela perfeição dos pratos. Ele tinha um jeito único espontâneo, alegre e as vezes até um pouco estabanado de apresentar as receitas e vender os produtos. Hoje recebemos a triste notícia que ele se foi.

O Rodolfo Bottino começou a cozinhar com 7 anos e ao longo da sua vida, dividiu seu tempo entre as carreiras de ator, apresentador de programa de culinária e chef.

A paixão pela cozinha o levou a fazer um curso no renomado “Le Cordon Bleu” na França, abrir o restaurante “Madrugada” – sucesso por 8 anos na noite carioca – e o “Rio Scenarium” – tradicional casa de shows da Lapa no Rio de Janeiro, apresentar programas de culinária, escrever sobre o assunto e até misturar as carreiras na peça de teatro “Risotto”, onde ele contava histórias tendo a culinária como tema central e, entre dicas gatronômicas, piadas e comentários, cozinhava um caldeirão de Risotto para a platéia.

Foi dele um dos primeiros livros de receitas que ganhei: “Vamos Comer“. Minha tia Beatriz soube que eu me interessava por culinária e pelo UD Gourmet e me deu de presente alguns muitos aniversários atrás.

Para relembrar a alegria e as saborosas receitas que ele sempre dividiu com a gente, vai aqui uma deliciosa receita de escondidinho de carne seca.

Share Button